Sementeira torna-se autossustentável com mega usina solar

Sementeira torna-se autossustentável com mega usina solar

No dia 26 de janeiro de 2019, a Sementes Ouro Branco inaugurou uma das primeiras sementeiras autossustentáveis do Brasil. Localizada no município de Porto dos Gaúchos, MT, a usina é constituída de 3840 painéis fotovoltaicos e 10 inventores.

A usina tem potência de 1.240 kWp e a Solbras esteve à frente de toda a gestão do projeto, do financiamento à instalação.

Com esse importante investimento, a Fazenda Ouro Branco acompanha uma tendência de mercado dos grandes consumidores de energia no Brasil, especialmente o Agronegócio. Com instalação em solo e grande extensão de terra ensolarada, a zona rural tem mostrado grande vocação para a energia solar fotovoltaica.

A autogeração de energia possui ainda vantagens na questão tributária. No caso, a Fazenda Ouro Branco, localizada no estado do Mato Grosso, deixará de pagar tributo do icms, que chegam perto de 40%.

E como é calculado tamanho da usina solar?

A partir de uma previsão dos consumos anuais, a usina solar é dimensionada sob medida, para produzir a quantidade adequada de energia, de acordo com as atividades da Sementeira.

Mesmo que não seja consumida de imediato, toda energia produzida é lançada na rede elétrica e vira crédito para ser consumido em outro momento. Assim a produção de energia se adaptará ao ritmo das atividades da Fazenda (secagem dos grãos, irrigação, etc) ao longo das estações do ano.

Esse é o sistema conhecido como GD, ou geração distribuída.